R$ 475 mil a mais em 2.331 bois. Isto lhe interessa? (Blog MiniFront)

  • Por Rodrigo Albuquerque - 25 de Janneiro de 2019

Companheira(o) que carrega o pó da viagem,
Aos poucos, o mercado vai encontrando o “trieiro” de 2019 para deixar de “trupicar na cumpinzada”. Não há um movimento único de preços no Brasil, mas a tendência de estabilidade para o curto prazo parece aumentar seus domínios. Impressiona a fortíssima recuperação da arroba no RS, sem paralelo. O extremo norte (parte MT, AC e RO) tem ajuste positivo, contrastando com as praças de BH, sul MG, PR, TO, RJ, que cedem. Na média Brasil (dados Scot/IBGE, adaptados) ficamos lateralizados, com flerte para um leve viés positivo: +R$ 0,22/@, atingindo R$ 142,84/@ a prazo e livre de Funrural.

A ressaca da venda do atacado se confirma em janeiro, mas sem muito motivo para “drama” por parte da indústria, fato que foi dissecado no artigo premium da última sexta: https://gestaoderiscoempecuaria.com.br/noticias/noticia/carcaca-casada-perde-valor-no-inicio-de-2019-este-filme-e-novo/ . No supermercado, fica nítida a dificuldade de escoamento dos cortes de traseiro, não raro em promoção. A virada de mês vem a calhar, renovando o poder aquisitivo da população.

Reforço a informação da semana passada: não há muita andorinha (boiada gorda) para fazer verão (pressão), desta sorte o (esperado) retorno das chuvas regulares terá um peso importante no dimensionamento da oferta de curto prazo (a chuva parou e o calor triplicou).

O varejo fez a sua margem decolar, driblando toda a cadeia do final do ano para cá. No melhor estilo mineiro também estão os diferenciais de base, abrindo fortemente. Segue o jogo!


O megainvestidor Soros diz: “ganha o jogo quem presta atenção no campo e não no placar”. Porém, este é um ótimo momento para se apurar o resultado do que foi feito em 2018. Esta apuração é o último passo de uma boa política de gestão de risco comercial. Neste Front, compartilho como avaliamos parte de nossa política de gestão, abrindo alguns números consolidados de 2018 do sistema produtivo da família. Os números do título deste dão o tom do recado. Até a próxima semana!

Fotos da semana: fotos do sistema de produção de Itapirapuã/GO, local onde fica a fazenda de nossa família (há postagens especiais no nosso Instagram @noticias_do_front).

Artigos Relacionados

Comentários ( 0)

Escreva um comentário