Os 4S do pecuarista (Blog MiniFront)

  • Por Rodrigo Albuquerque - 8 de Junho de 2018

Companheiras(os) que carregam o pó da viagem,

“Mar mexido” (e mexendo), é a melhor expressão para definir o mercado. Há diferenças fortes de movimentações de preços entre regiões (redemoinho na água). Há estados com alta da arroba (como MG, região BH, RS, ES e RJ) enquanto outros caem.


No “frigir dos ovos”, houve uma queda semanal de R$ 0,96/@ na arroba média Brasil (dados Scot/IBGE adaptados). Nesta água turva, dá para identificar dois pontos: 1) não há derretimento geral de preço da arroba em nível Brasil; 2) o norte do País sofre mais, ex.: MT, RO, PA e AC (já havia retenção prévia ao movimento dos caminhões, por conta da logística ruim e com a greve, isto se complicou).


No Front tradicional você tem mais detalhes sobre o mercado, como a dicotomia de postura comercial dos frigoríficos grandes e dos pequenos, o posicionamento de preços de vários elos da cadeia pecuária e as suas implicações, a importância da disparada do dolar e, a previsão da Mãe Dinah, sobre os próximos movimentos de mercado.


Por fim, discorremos sobre o 4S, um conceito bem interessante que aprendi sobre a vida profissional/pessoal de executivos que se aplica muito bem aos pecuaristas e as propriedades rurais. Aguardo você por lá! Até a próxima semana!

Artigos Relacionados

Comentários ( 0)

Escreva um comentário