O curto prazo da arroba – 25.04.20 (MiniFront)

  • Por Rodrigo Albuquerque - 25 de Abril de 2020

Companheira(o) que carrega o pó da viagem,

Disse na semana passada que “sem novidades ruins, poderíamos seguir neste equilíbrio”. O citado equilíbrio de preços dependeria da sequência de dois pilares do lado da demanda: a continuidade das exportações (leia-se China) e a manutenção da fluidez da venda (dianteiro) no mercado interno. Ambas seguem, seja pelo câmbio depreciado/fome de recomposição dos estoques (no caso Chinês), seja pelos R$ 600,00 irrigando a economia por gotejamento (virada de mês ajuda demais neste sentido, para quem está com a “guela seca”, um pingo é a diferença entre a vida e a morte). Alguma reabertura da economia aparece...


Do lado da oferta, o tal equilíbrio de preços demandaria o não aparecimento de uma enxurrada de bovinos prontos. Vemos que há mais volume de oferta, há mais fluidez na compra, mas definitivamente, até agora, não há desova de final de safra importante. Há muito mais escala “queijo-suíço” do que sobra de bois no telefone dos compradores. Há ainda o efeito “pega desavisado” do feriado de 01/05, que falsamente joga a escala “para meados de maio”.

Enfim, o barulho feito pela compra de gado até agora está muito mais para tosa de porco (muito grito e pouca lã, pouca escala), do quê para algum resultado prático. Em resumo: o boi teima em não derreter, mesmo porquê a chuva está muito boa para abril em muitas regiões.
Mas... É final de safra sim e há que se respeitar este fato. Caso a compre folgue, aí aparece cenário mais efetivo para derretimento. Até lá, é “mais grito e menos lã” mesmo.

Para finalizar: no dia 20/03/20, o Front dizia: “nada é tão ruim que não possa piorar: tem governantes no Brasil (e/ou seus familiares) que parecem estar querendo adicionar pitadas de crise institucional ... ao nosso já conturbado momento”. Previsível demais. Consequência imediata: dólar para cima e bolsa para baixo.

Ato contínuo, milho reaquece no mercado futuro, acompanhado da arroba. O Brasil, hipermercado do mundo, está em megaliquidação! A bolsa corrigiu bem a curva do boi gordo, mas segue sem colocar nenhuma esperança na entressafra, estacionada no mesmo preço da safra. Continuo achando isto um absurdo, mesmo porquê o alívio da pressão no milho flerta com arrefecimento e a reposição segue vivendo seu mundo paralelo! Até a próxima!

Fotos em destaque: estamos com o final de abril mais parecido com o início de março que eu já vi na minha vida.

CASO QUEIRA DESFRUTAR O CONTEÚDO DO EPISÓDIO ACIMA, NA FORMA DE ÁUDIO (PODCAST), BASTA APERTAR O PLAY:

Artigos Relacionados

Comentários ( 0)

Escreva um comentário

Next Sites

Oops... Página não encontrada.

Desculpe, mas a página que está a procura não existe.