Empreendedor, administrador ou técnico. Qual deles você é? (Front)

  • Por Rodrigo Albuquerque - 31 de Maio de 2019

Companheira(o) que carrega o pó da viagem,

Seja você um gestor de um empreendimento próprio ou um colaborador de alguma instituição/empresa, você tem as três “almas” do mundo dos negócios coabitando sua mente. Quais são elas, suas diferenças, o seu perfil e as consequências dele? “Bora” descobrir?

1)    COMENTÁRIO DA CABINE DE COMANDO
Seu sofá está ocupado pela visita mais indesejável: a “Tia Safra”. A boa notícia é que ela veio com uma mala menor, portanto, a arroba recua “amarradinha” (pouso suave). Na média do País, o boi gordo encerrou a semana em R$ 144,87/@ a prazo (vaca em R$ 135,19/@), recuando pela 5ª semana seguida. As quedas mais forte abrangem Triângulo, GO, Campo Grande e BA. Boa parte do Brasil pecuário está de lado, inclusive com o RS em alta consistente (dados Scot/IBGE, adaptados).


A segunda quinzena de mês exibiu, como esperado, fraqueza no escoamento de carne, fazendo o atacado ceder. Mesmo com o amolecimento da arroba, os indicadores de margem dos frigos se aproximaram das mínimas do ano. O momento é de oferta melhor, mas da demanda interna fraca, também contribui. Sorte que temos a exportação com volumes estratosféricos. Para as indústrias de mercado interno, fica pior, daí uma maior pressão na arroba de vaca frente a do boi, vista em algumas praças.

Eu te pergunto: este clima de final de safra é surpresa? Um exemplo de casa: abatemos o penúltimo gado da safra nesta semana ao preço em GO de R$ 150/@ a prazo (valor líquido apurado somando-se a venda do físico e das 3 ferramentas de gestão de risco de preço). É o boi de GO com preço de SP! O mercado é filme e não foto... O que foi surpresa mesmo, foi a notícia postada quinta a tarde sobre mais um caso de vaca louca atípica, suposta avaliação pelo MAPA. Sobre ele, nada mais a acrescentar ao que postamos em vídeo (https://gestaoderiscoempecuaria.com.br/noticias/noticia/serenidade-e-informacao-os-melhores-remedios/).

Vamos aguardar como o mercado reage nos próximos dias e o posicionamento oficial. E ainda teve o negócio entre BRF e Marfrig... Segue o jogo, moçada!

2)    RECADO DA “MÃE DINAH”
A mala da “Tia Safra” é pequena mas ela despachou um pacote, o pacote do imponderável (plantio dos EUA, vaca louca atípica, etc). Este pacote resolveu gambirar a direção dos preços do boi e milho: o boi derreteu e o milho decolou. “Uai, aí é ré” (diz um amigo). O mercado está perigoso, com alto potencial de volatilidade, para o bem e mal. Feliz daquele que está protegido!

3)    BEEFRADAR (não vamos mudar os percentis, antes de alguma mensagem do MAPA)
45% queda | 30% estabilidade | 25% alta

4)    HORA DO QUILO
Quem escutou o Conteúdo Premium de 03.05.19 e resolveu “mexer o doce” na BMF com relação ao milho, no dia 29.05.19 já estava com um lucro de aproximadamente R$ 40/boi a ser confinado. Este “Mercado Minuto” mata a cobra e mostra o pau. Segue o link:
https://gestaoderiscoempecuaria.com.br/noticias/noticia/mexendo-na-bolsa-com-leandro-bovo-milho-e-boi-na-bmf--290519/

5)    TO BEEF OR NOT TO BEEF, A SUA REFLEXÃO SEMANAL
Como está a disseminação da peste suína africana na China? O surto foi contido? Fomos na fonte (OIE), já que a transparência não é o dom mais exuberante do governo daquele país. Segue o link deste Conteúdo Premim (em vídeo):
https://gestaoderiscoempecuaria.com.br/noticias/lista/conteudo-premium/

6)    O LADO “B” DO BOI
As três almas do mundo dos negócios estão presentes na sua vida profissional, é fato! Vamos entende-las? Obs.: antes de mais nada, o conteúdo abaixo é uma adaptação minha (feita para a pecuária) do resumo do livro “O mito do empreendedor” (Michael Gerber), veiculado no episódio T2#38 do poscast “Resumocast”, o qual recomendo fortemente. Segue:

1. Empreendedor: é o sujeito focado no FUTURO e na MUDANÇA. Mira em oportunidades, com visão “lá na frente”, dando norte ao negócio; busca soluções para os problemas, tendo dificuldades com “pessoas” pois elas demandam muito de sua energia para que o acompanhem. Na pecuária, seria aquele que diz: “vamos montar um pivot para alavancar nossa agricultura de sequeiro”; “vamos fazer ILP para alavancar nossos resultados financeiros”; “vamos arrendar pasto, para aumentar nosso estoque, pois a arroba vai decolar”;

2. Administrador: é o sujeito focado no PASSADO e no STATUS QUO. Usa a visão do retrovisor, para melhorar os processos atualmente executados; adora planejamento, é pragmático e zela pela ordem. Na pecuária, seria aquele que diz: “vamos fazer nosso fluxo de caixa futuro”; “quero ver o relatório previsto x realizado do mês”; “será que vai dar dinheiro arrendar pasto agora”;

3. Técnico: é o sujeito focado no HOJE e na EXECUÇÃO. É o especialista, que vive a desenvolver métodos para executar melhor suas tarefas, porque ele é quem entrega o produto e sente-se à vontade quando está no front, na “linha de tiro” do negócio. Na pecuária, seria aquele que diz: “se quiser um manejo de pasto bem feito, tem que fazer você mesmo”; “só se embarca boi, comigo aqui no curral”; “preciso ver os pastos a cavalo antes de decidirmos se arrendamos a fazenda ou não”.

Viu a diferença. Agora vem o mais bacana:
•    Toda fazenda/empresa/instituição precisa das 3 almas na sua liderança, mas é difícil tê-las em uma mesma pessoa em EQUILÍBRIO. Uma boa forma de resolver isto, é compondo o quadro societário e/ou de colaboradores, com perfis complementares;
•    As três personalidades travam uma batalha na sua mente, para ser aquela que manda. Isto pode ser ruim para seu negócio ou fazenda! Em geral, o empreendedor duela com o administrador e ambos “atrapalham” o técnico. O primeiro produz a “sujeira” inerente à inovação e o segundo fica querendo limpá-la. O técnico pensa que a “sujeira” do empreendedor e a “tara por limpeza” do administrador, só atrapalham seu dia a dia;
•    Os gestores de sucesso tem estes três perfis em absoluto equilíbrio, mas infelizmente só pouquíssimos tem esta dádiva! Portanto, não basta uma boa ideia (ou apenas uma habilidade) para que se tenha sucesso no mundo dos negócios! Por isto há pessoas muito gabaritadas do ponto de vista técnico que não alcançam resultados excelentes.

E aí, minha amiga e meu amigo? Qual é o seu perfil? Qual é o perfil da equipe mais diretamente ligada às suas funções?

Em geral, estudos feitos com milhares de gestores concluíram que a maioria das pessoas é: 10% empreendor; 20% administrador e 70% técnico! Creio que na pecuária isto é muito verdade... não à toa, o produtor adora produzir e se esquece de vender, se esquece de proteger aquilo que lutou (tecnicamente) anos à fio para conseguir...

O produtor em geral acha que a única habilidade e competência que precisa para ter uma fazenda de sucesso é “saber de boi”, é “conhecer vaca”, pois está totalmente mergulhado no hoje, na execução. Costuma ter pouco foco na análise do passado, daí ser muito incipiente no uso dos princípios mais básicos de gestão produtiva e principalmente financeira.

Será que não é chegada a hora de se conhecer melhor? Será que não é chegado o momento de reconhecer suas fraquezas/fortalezas, fazendo alianças com colaboradores ou sócios, em busca de um plano que traga resultados sustentáveis em um horizonte de tempo?

Desejo que você revise a si mesmo, buscando embalar o desejo pelo novo, com a gestão do presente muito bem conduzido pela execução planejada do hoje! Assim seja! Até a próxima!

Fotos em destaque: gado alinhado como uma “tropa que forma”, imagem única da Fazenda 4 Maravilhas do Sr. João Ermita, em Pimenteiras/RO (foto de Daniel Foroni); Cenas do 8º Rondônia Rural Show de Ji-Paraná, no qual tive a honra de palestrar na semana passada. Detalhes no nosso Instagram: @noticias_do_front.

Artigos Relacionados

Comentários ( 0)

Escreva um comentário

Next Sites

Oops... Página não encontrada.

Desculpe, mas a página que está a procura não existe.