Bovino a R$ 300 por hora (MiniFront)

  • Por Rodrigo Albuquerque - 23 de Janneiro de 2021

Companheira(o) que carrega o pó da viagem,

O boi ignorou completamente o meio do temido mês de janeiro, aquele em que ninguém ia comer carne, e continuou a fazer história. Eu avisei...

Semana agitada com novas máximas em SP e em várias praças, a todo momento, contribuindo para deixar menos raro o boi com a nova centena. Onde o “trezentão” ainda não saiu de fato, ele dá luz alta, pedindo passagem. Impressionante como a economia é como uma profecia auto-realizável: boa parte dos pecuaristas colocou a nova centena na cabeça como objeto de desejo, de modo que ela está se realizando.

Compre online Allflex: https://www.allflex.global/br/


Alguns relatos de compras um pouco melhores por parte da indústria começam a ocorrer. Mas ninguém tem coragem de cravar que o problema de oferta reduzida irá se resolver imediatamente, pelo contrário, quem entende minimamente de mercado, aposta na sua continuidade fevereiro e adiante.

Quando você observa bolsões produtores como o Vale do Araguaia em GO com chuvas cerca de 40 a 60% abaixo da normalidade; quando você observa a estrondosa retenção de fêmeas em curso para reprodução; quando você percebe que a diária em um boitel ficou bem mais cara que uma marmita com refrigerante... Você entende que o buraco (negro) da oferta pode estar muito mais embaixo!


A consequência é o fato da indústria estar passando pelo maior “squeeze” de sua história. Este termo é usado quando existe falta de oferta e excesso de demanda por um ativo (no caso a carne). Como há entrega física envolvida (contratos de exportação fechados e mercado interno demandante), a indústria tem voracidade na compra e o preço deste ativo (boi) sobe rapidamente.

O movimento vai até onde? Até onde a margem de abate permitir! Uma dica: se você tivesse boi gordo, você venderia entre R$ 295,00 a 310,00/@? Eu posso apostar que a maioria diria que sim para esta pergunta... A oferta restrita é um fato que ainda vai seguir adiante, mas quem sabe o mercado não encontre um novo equilíbrio no horizonte de preço citado?

Difícil dizer até onde vai. Confesso que a minha coragem de ficar alavancado na compra especulativa da bolsa diminuiu. Mas ainda não me deu coçeira de vender na posição especulativa, apesar que posição de hedge visando proteção de margem, é sempre muito bem vinda, pois a velocidade que emociona é a mesma que mata. E estamos em 300/hora...

Até a próxima semana, com saúde!

CASO QUEIRA DESFRUTAR O CONTEÚDO DO EPISÓDIO ACIMA, NA FORMA DE ÁUDIO (PODCAST), BASTA APERTAR O PLAY:




Artigos Relacionados

Um bovino, dois mercados (MiniFront)
  • 12 de Fevereiro de 2021
Tá todo mundo tenso (MiniFront)
  • 30 de Janneiro de 2021
Se pagar R$ 300,00, o boi aparece?
  • 15 de Janneiro de 2021

Comentários ( 0)

Escreva um comentário

Next Sites

Oops... Página não encontrada.

Desculpe, mas a página que está a procura não existe.